Mercado de trabalho cresce e deixa empresários otimistas

O Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp), da Fundação Getulio Vargas, avançou 2,4 pontos em setembro, alcançando 100,6 pontos, o maior nível da série, iniciada em junho de 2008. No ano, o indicador acumula ganho de 10,6 pontos. Esse resultado animou o empresariado nacional .
“A tendência da atividade econômica justifica o otimismo dos empresários para a retomada de contratações nos próximos meses. A perspectiva de um crescimento maior do que o esperado anteriormente, para 2017 e 2018, reforça este otimismo. A oferta de emprego deve continuar crescendo nos próximos meses”, avalia o advogado João Alberto Graça, especialista em Direito Empresarial.

Para Graça, a nova queda na taxa de desemprego no Brasil já é um efeito positivo da política econômica e da reforma trabalhista sobre o mercado. Ele destaca ainda a seriedade de reformas neste sentido, incluindo a terceirização e a negociação mais livre entre empregador e empregado.